ABES remove 28 mil softwares piratas no primeiro semestre

A Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES) retirou do ar mais de 28 mil itens entre anúncios em sites de leilão, websites e links que davam acesso a downloads ilegais de software no primeiro semestre do ano. A iniciativa faz parte da ação de Monitoramento da Internet, realizada pela associação há dez anos.

 

Nos seis primeiros meses do ano, foram contabilizados 18.297 links removidos, um crescimento de 39,13%, em relação ao ano passado. Em abril, foi registrado o maior volume excluído, mais com de 4,2 mil links. Os sites de leilão ganham projeção, com 9.160 anúncios, um salto de 30,9% em relação ao total eliminado no mesmo período de 2013.

Nesse cenário, novas tecnologias como a computação em nuvem contribuem para redução da pirataria. “A pirataria no Brasil já mudou muito nos últimos anos, na década de 1980 mais de 90% dos softwares eram piratas. Atualmente, os brasileiros estão mais conscientes sobre os riscos de usar programas ilegais. Esse fato aliado a novas opções de licenciamento, como o serviço de software como serviço, tem contribuído para reduzir esse índice cada vez mais”, destaca o presidente da ABES, Jorge Sukarie.

 

Fonte: IT FORUM 365

23/07/2014
ShareThisLinkedInGoogle +
linha-cortepag

Outras notícias